sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Meus TOP 10 Super Alimentos

Neste post colocarei meus 10 alimentos preferidos. Não estou dizendo que são os melhores do mundo ou que você deva se alimentar somente deles, mas que são alimentos que devem estar presentes na dieta sem a menor sombra de dúvidas. Eles são os meus "must-have", realmente não fico sem eles.

1- Ovo: o campeão.
Eu amo ovos, AMO. O melhor, mais completo e mais delicioso alimento que existe, por isso merece o primeiro lugar na minha lista. Ovos com bacon, ovos com queijo, ovo cozido, ovo frito, ovo mexido. Ovo é um alimento divino. Do ovo é possível nascer uma vida, entende porque ele é tão bom? Ovos contém uma proteína de excelente qualidade e todos os 9 aminoácidos essenciais que você precisa (e que seu corpo é incapaz de produzir) sendo que eles estão concentrados na gema, então se você desprezava a amarelinha, pare com isso e passe a ter carinho por ela. Ovos contém todas as vitaminas do complexo B, inclusive a importantíssima vitamina B12. Além disso, ovos contém vitaminas A, D e E, que são importantes anti-oxidantes do organismo, e lipossolúveis (seu organismo não consegue assimilá-las sem a presença de gordura suficiente na alimentação). Nos ovos você também encontra uma série de minerais essenciais como Potássio, Zinco, Cromo, Fósforo, Cálcio, Ferro, Iodo, Enxofre e Selênio. Ovos também contém uma importantíssima substância chamada Luteína, que é um carotenóide de poderosíssimo poder antioxidante que age diretamente na saúde dos olhos e da pele, sendo a gema do ovo a fonte mais rica em luteína de todos os alimentos, muito superior ao espinafre, couve, etc. E por último e não menos importante, as gorduras: ele contém gorduras saturadas, gorduras monoinsaturadas e gorduras polinsaturadas, ou seja, todos os tipos de gordura de uma vez só, incluindo o queridíssimo ômega 3.

fonte: http://www.ovosbrasil.com.br/download/o_ovo_e_sua_contribuicao.pdf
http://www.nutricaoemfoco.com/2010/11/12/beneficios-da-luteina-em-nosso-corpo/



2- Abóbora: parece uma bomba de carboidrato, mas não é.
Para aqueles dias que bate uma vontade de comer uma "comfort food", ela é a minha escolhida. Ela não é isenta de carboidratos, mas tem em pequenas quantidades: a cada 100g de abóbora, você encontra aproximadamente 7g de carboidratos, sendo a quota da low-carb de 30g a 40g de carboidratos por dia, você pode comê-la sem medo de ser feliz (a abóbora moranga tem 7g de carboidratos, a japonesa tem 10g). Mas o que faz ela ser minha amada não é isso, mas o sabor dela e suas fibras. Ela é um alimento rico em fibras e de sabor muito agradável, uma porção de 200g de abóbora refogada com manteiga é capaz de encher meu estômago por umas boas horas, além de passar uma sensação de conforto muito grande. Perfeita para substituir batata, mandioca, mandioquinha e cenoura em receitas de purês, escondidinhos e como coadjuvante em "massas" paleo low-carb. Não satisfeita com isso, essa linda da abóbora ainda é riquíssima em carotenos, vitamina A e vitaminas do complexo B. Abóbora é amor, gente.



3- Couve: muito ferro + antioxidantes
Uma das maiores fontes de ferro + vitamina C, vitamina K e antioxidantes. Ela é fácil de achar para comprar, é fácil de preparar, fica muito saborosa quando refogada na banha ou batida na forma de suco verde e não custa caro. Não dá pra faltar na geladeira. É um alimento muito indicado também para quem tem problemas de anemia, mas mesmo que não tenha, é um vegetal excelente para se consumir pelo menos 3 porções generosas por semana. Em 100g de couve você encontra aproximadamente 6g de carboidratos e uma quantidade absurda de vitaminas C e K. Se não bastasse isso tudo, a couve é o vegetal com maior quantidade do carotenóide luteína, perdendo apenas para a gema do ovo. Um "must have", com certeza.

fonte: http://www.i-legumes.com/couve_valor_nutricional.html



4- Carnes gordurosas: gordura saturada pra te manter vivo
Esse tópico merece atenção especial, porque as carnes gordurosas foram demonizadas nas últimas décadas devido à presença da famigerada gordura saturada. Em meados da década de 70, cientistas publicaram teses definindo que as gorduras saturadas eram as responsáveis pelo aumento do colesterol e consequentemente por problemas cardíacos, mas o tempo e a experiência demonstraram que estes conceitos estavam completamente equivocados. Com um maior consumo de carboidratos, gorduras insaturadas e diminuição do consumo de carnes gordurosas, o resultado é o que vemos hoje: uma epidemia de obesidade, câncer, diabetes e problemas cardíacos. Tentarei resumir bem este tópico e deixarei alguns links para quem se interessar, possa ler e se aprofundar.
Gorduras saturadas, presentes nas carnes, ovos, laticínios e banha de porco não fazem mal. São, na realidade, as gorduras mais estáveis que existem, pois não se transformam em gordura trans. Se quer saber, até mesmo o famoso azeite de oliva extra-virgem, se não for envasado em vidros escuros, apenas sob a luz do sol ele já se oxida!! Gorduras saturadas são ricas em ácidos graxos, além de serem essenciais para que seu corpo possa produzir uma série de hormônios essenciais à sua saúde e vida. O ser humano consome gorduras saturadas há milhões de anos sem ter problemas com isso e coincidentemente começamos a ter essa epidemia de problemas cardíacos e obesidade logo que as gorduras saturadas foram consideradas vilãs e praticamente abolidas da nossa dieta. Na época de nossos avós, as pessoas comiam a comida feita na banha do porco, comiam carnes, leite direto da vaca, queijos feitos com leite cru e eram pessoas magras e saudáveis num geral. Nessa época ainda não se consumia os óleos de soja, milho, canola, girassol ou algodão, coincidentemente.
Carnes gordurosas DEVEM ser consumidas sim, e frequentemente. Carnes são ricas em ferro, vitamina B12, contém todos os aminoácidos essenciais ao seu corpo, além de fornecer proteína da melhor qualidade. Nossa espécie se desenvolveu comendo carne. Nos tornamos caçadores (desenvolvendo a inteligência) graças a carne. Nosso cérebro é feito de gordura saturada e colesterol, e não de açúcar!! Não vou me prolongar mais sobre o assunto aqui, se quiser leia estes links e assista o vídeo abaixo.

fontes: http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2013/11/04/saturated-fat-intake.aspx
http://www.express.co.uk/news/health/438600/Eating-fat-is-good-for-you-Doctors-change-their-minds-after-40-years
http://www.dietdoctor.com/swedish-expert-committee-low-carb-diet-effective-weight-loss
http://www.bbc.co.uk/news/health-24625808

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=kV_qe6ueLtM (Oito motivos para comer carne)



5- Frutas vermelhas: as gratificações desta dieta
Morangos, amoras, mirtilos, framboesas e acerolas, são todas frutas pequenas, de coloração vermelho/violeta, com baixa concentração de açúcares e altíssima concentração de vitaminas, minerais e antioxidantes. Se for comer frutas não gordurosas, elas são as melhores opções. Pra ilustrar melhor, vou colocar a quantidade de carboidratos a cada 100g de cada uma delas:
- 100g de acerolas: 7,7g de carboidratos
- 100g de amoras: 9,6g de carboidratos
- 100g de framboesas: 11,95g de carboidratos
- 100g de mirtilos: 12,2g de carboidratos
- 100g de morangos: 7,7g de carboidratos.
Pode parecer muito, mas se comparar com outras frutas, você vai se surpreender, como por exemplo:
- 100g de banana: 23,6g de carboidrato
A cada 100g de banana, você poderia comer no lugar 100g de morangos + 100g de amoras + 50g de mirtilos ou framboesas. Deu pra perceber que essas frutinhas vermelhas são um bom negócio, né? Mas ainda assim é preciso fazer algumas considerações: o ideal é não ultrapassar uma porção de 8 frutas vermelhas de tamanho médio por dia (equivalente a 100g), caso você coma com frequência, pois todas as frutas tem frutose, um tipo de açúcar de fácil assimilação e que consegue aumentar rapidamente a quantidade de insulina, então pega leve, ok? Fora isso, elas são extremamente nutritivas, deliciosas e excelentes pra saúde. Adoro elas!



6- Repolho Roxo: substituto do vinho
Adoro repolho roxo, simplesmente adoro. Se tiver pra comer todos os dias, eu como todos os dias e não acho ruim. Ele é rico em vitamina C, e tem também selênio, fósforo, ácido fólico, manganês, magnésio e antocianinas, a mesma substância presente nos vinhos que age como antioxidante e mantém a saúde do coração em dia. Já não bastasse isso, ele é visualmente muito bonito e atraente, além de ser muito saboroso. Adoro! Ele também é rico em fibras e a cada 100g tem 7,2g de carboidratos de boa qualidade (absorção lenta). Não fico longe desse roxinho simpático!
7- Pimentões e pimentas: explosão de cor, sabor e saúde
Existem pimentas de todas as cores, de todos formatos e todos sabores, dos doces aos ardidos, não importa o tipo, o mais importante é o consumo constante. Todas as pimentas e pimentões são da mesma família e possuem coisas em comum: todos são riquíssimos em antioxidantes, vitaminas do complexo B, vitamina C, licopenos (nos de coloração vermelha) ou carotenos (nos de coloração amarela) e uma substância chamada capsaicina. A capsaicina é responsável pelo leve ardor e acidez das pimentas e pimentões em geral, quanto mais ardida a pimenta, mais capsaicina ela tem. E o que tem de tão importante nesta substância além do sabor? Ela é um poderoso anti-inflamatório natural, anti-cancerígeno e com a capacidade de aumentar a taxa metabólica do seu organismo, ajudando na perda do peso. E o sabor das pimentas e pimentões é dos deuses, deixa qualquer prato espetacular! Isso não se aplica às pimentas em forma de sementes como pimenta do reino, pimenta rosa, etc pois o princípio ativo delas é a piperina.
A cada 100g de pimentão vermelho tem 6g de carboidratos enquanto que o pimentão verde tem 4,6g.

fonte: http://www.nutritotal.com.br/perguntas/?acao=bu&categoria=34&id=674
http://www.infoescola.com/plantas/pimentao/




8- Sementes de cacau: presente dos deuses
As sementes de cacau in natura (nibs), que não foram torradas, contém propriedades incríveis. O cacau in natura é um dos alimentos de maior poder antioxidante do planeta, além de ser muito saboroso, mas os benefícios não param por aí. O consumo do cacau in natura trás diversos benefícios como: aumenta a produção de serotonina (hormônio que causa sensação de bem estar e prazer), diminui a ansiedade, regula os níveis de açúcar no sangue, reduz a pressão sanguínea, protege os neurônios, aumenta a sensação de saciedade devido às suas gorduras naturais e ajuda a perder peso. Realmente, é um presente dos deuses! Você não precisa (e nem deve) comer os chocolates prontos para ter isso tudo, o ideal é utilizar o cacau in natura, que é vendido em empórios de produtos naturais ou pela internet. Pode comer puro ou bater no liquidificador com creme de leite, leite de coco ou o que preferir. Cada 20g de sementes de cacau in natura (nibs de cacau) tem 5,7g de carboidratos e 10g de gorduras totais. E não se assuste por ser virtualmente pouca quantidade, o cacau in natura é hiper concentrado e tem um sabor muito intenso, dificilmente você conseguiria comer muito mais do que isso em um dia. Fala se não é uma notícia boa saber que pode comer cacau natural e ainda emagrecer!!




9- Castanhas do pará: muita força pro sistema imunológico
Castanha riquíssima no mineral selênio, que age como um importante antioxidante e um dos minerais mais importantes para manter seu sistema imunológico forte e poderoso. As vantagens desta castanha são enormes: ela é brasileira, logo é uma das opções mais economicamente viáveis para se consumir; ela é riquíssima em fibras, que ajudam o intestino a funcionar melhor; eleva o teor de selênio em até 65% no organismo; combate o envelhecimento celular; e melhora o funcionamento da tireóide. Mas quando se trata dela, moderação é necessário. O ideal é consumir de 2 a no máximo 3 castanhas do pará por dia, pois consumir muitas castanhas do pará todos os dias pode ter um efeito levemente tóxico. Procure variar com outras castanhas. Se um dia ou outro você extrapolar na quantidade não tem problema, apenas fique alguns dias sem ingerir dela para equilibrar o seu sangue. Variar é a palavra chave de uma boa saúde.
No entanto, esta castanha é de fundamental importância para quem está fazendo cetose, pois segundo Tim Ferris (autor do livro Four Hour Body), a cetose prolongada depleta as reservas de selênio do corpo, tornando o consumo da castanha do pará especialmente atrativa tendo em vista de que é uma das melhores fontes que existem deste mineral.
Cada 3 unidades (15g) de castanhas do pará contém 2,3g de carboidratos, 2,2g de proteínas e 9,5g de gorduras totais.


10- Coco: nada se perde, tudo se aproveita
Ele já foi considerado vilão, juntamente com as carnes, ovos e gorduras saturadas. Motivo? É um alimento de origem vegetal naturalmente rico em gorduras saturadas!! O coco é um alimento completamente versátil, dele pode-se aproveitar tudo: a água de coco é o melhor isotônico que existe, devendo ser utilizada na recuperação de pessoas com desidratação; a polpa do coco contém fibras e gorduras saturadas, uma concentração baixa de carboidratos, a cada 100g de polpa de coco, existem 15,2g de carboidratos contra 33,5g de gorduras totais, sendo destas 29,7g de gorduras saturadas. Ele realmente vai matar a sua fome. Da casca do fruto é feita a farinha do coco, com uma quantidade tão absurda em fibras que ainda me surpreende ver gente tomando remédio pro intestino funcionar.. bastaria comer de 2 a 3 colheres de sopa desta farinha por dia para ver o intestino funcionar maravilhosamente bem. O coco (e qualquer subproduto que seja feito de sua polpa, óleo ou casca) contém uma quantidade muito grande de ácidos graxos como o láurico, mirístico, palmítico e ômega 9 oléico, além de outros. O ácido graxo láurico, que se transforma em monolaurina, age como um poderosíssimo antibiótico natural, está presente inclusive no leite materno em quantidades grandes, pra você ver a importância dele. O consumo de coco também está relacionado a um sistema imunológico fortíssimo. Não vou me alongar tanto, abaixo deixo um link com mais informações caso deseje saber.

fonte: http://www.coprasul.com/info/o-poder-do-coco



6 comentários:

  1. Belíssima contribuiçao, obrigado pelo trabalho ja virei seguidor do blog
    Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, pessoal! Espero poder ajudar naquilo que for possível. Grande abraço a todos e aproveito para desejar boas festas pra vocês e suas famílias! :)

    ResponderExcluir